Adicione sempre no seu coração o verbo amar. Autora:Iza*Bel Marques

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Madrugada da Manhã

Madrugada da Manhã

Eu sou a madrugada da manhã
que ama as Estrelas
e as quer a todas
de braços abertos,
e não pode rete-las
pertencem a outras manhãs,
mas eu quero tê-las,
ao abrir os olhos hei de vê-las.
Eu sou a madrugada da manhã,
que deseja amar o Sol,
por entre as janelas,
dos meus passos compassados,
nos castelos dourados,
do sonho falado alto,
nos meus clamores de beiral,
entre lençois de chita e cetim
unir-me-ei a todas as Estrelas,
e brindarei dando vivas à vida
de todas as constelações,
com uma infinita taça de amor
junto do Sol, Sol disperto
na madrugada da manhã.

(Iza*Bel Marques) 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada, por sua amável visita!
Entre,tome um cházinho comigo.
A casa é sua...
Com carinho e afeto.
Iza*Bel Marques Fernandez