Adicione sempre no seu coração o verbo amar. Autora:Iza*Bel Marques

sábado, 9 de julho de 2011

Proclamação do Amor













Proclamação do Amor




Palavras recheadas de bons sentimentos
Não são letras vazias desenhadas do nada,
Mas sim o saciar frutífero de alimentos
que necessitamos em nossa caminhada

na terra, no mar, em qualquer lugar,
é preciso expor o amar, o doar, sentir o viver
vigorar, fertilizá-lo, não o permitir passar
em vão, ele é efémero em nosso SER,

mas nele existe a guarida do coração,
e a infinidade da existência da alma,
a percorrer tragetórias em outra dimensão,
aonde o amor e só amor proclama.

Preparemo-nos para a nossa vida eterna!

Autora: Iza*Bel Marques

2 / 7 / 2011

Iza*Bel Marques

Sabor a Felicidade

Que a brisa da Atmosfera lhe ofereça
o perfume das flores da Primavera,
e a frescura desse aroma permaneça
no seu coração, em toda a sua era,

sentindo o amor como bandeira
da Paz, a tocar o hino da liberdade,
e usufruir o viver de uma maneira 
amena e doce, com sabor a felicidade.

Autora : Iza*Bel Marques

2 /7 / 2011

Noite das Personalidades em Taubaté em 01 de Julho de 2011

Palmas Acadêmicas Falasp 








Antologia Alimento da Alma volume V
Capa da artística plástica Embaixadora da Paz-  Maia de Melo Lopo
Lisboa- Portugal

Alguns dos poetas co-autores da Antologia Alimento da Alma volume V





Srª Profª Poetisa Escritora, Dama Comendadora, Consul de Poetas Del Mundo, Idealizadora Coordenadora da Antologia Alimento da Alma




01/07/2011





Minha medalha das Palmas  Falasp em 01/07/2011






Pré Lançamento da " Antologia Alimento da Alma volume V".
Noite das Personalidades em Taubaté  -São Paulo- Brasil
 01-07-2011










quarta-feira, 13 de abril de 2011

DIPLOMA "MULHERES MARAVILHOSAS 2010"E MEDALHA PERO VAZ DE CAMINHA

  " ESSAS MULHERES MARAVILHOSAS" - 30ª EDIÇÃO BRASIL 2011 


                                   DIA 01/04/11      


                                   
(
A FALASP - Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo lançou  no mês de fevereiro de 2011, o Selo Oficial Comemorativo às Festividades dos 30 Anos de Colunismo Social de Ray Nonato. Cearense radicado no Vale do Paraíba, SP, há mais de 40 anos, Raimundo Nonato Pereira da Silva, atual Representante Municipal da FALASP para Taubaté é veterano colunista social e organizador de eventos e festas que levam sua logomarca como tradição. Eventos como "Essas Mulheres Maravilhosas", "Destaque Brasil" e "Noite das Personalidades", perpetuaram o legado do colunista e cronista que, inclusive, é constantemente reverenciado pelo seu trabalho de intercâmbio cultural.

             ( Ilustre Conde Thiago de Menezes-Presidente da Falasp e Raimundo Nonato )






















Ilustre Srª Profª, Poetisa Escritora, Consul de Poetas Del Mundo, Dama Comendadora, Embaixadora da Paz Jane Rossi, ao lado do Sr Conde Thiago de Menezes Digno e Ilustre Presidente da Falasp










(Elke Maravilha autografando Diploma de Izabel Marques entregue a Jane Rossi)







Aconteceu em Taubaté no dia 01 de Abril de 2011
Na Mansão Falabelle.




DIPLOMAS DE IZA*BEL MARQUES FERNANDES





















EMBAIXADORA DA PAZ!

Mª Isabel MARQUES FERNANDES- Poetisa PORTUGUESA, EMBAIXADORA DA PAZ- PELO “CERCLE UNIVERSEL DES AMBASSADEURS DE LA PAIX”
SUISSE / FRANCE
Tomada de posse dia 21/03/2011

terça-feira, 22 de março de 2011

EMBAIXADORA DA PAZ!

Mª ISABEL MARQUES FERNANDES- Poetisa PORTUGUESA, EMBAIXADORA DA PAZ- PELO “CERCLE UNIVERSEL DES AMBASSADEURS DE LA PAIX” 
SUISSE / FRANCE 
Tomada de posse dia 21/03/2011



Maria Izabel Marques Fernandes



Poetisa Iza*Bel 

Muito obrigada, estimada e querida amiga Jane, pela receptividade atenciosa, acolhimento e carinho. Sinta-se abraçada por mim também, com a mais pura amizade, ternura e apreço!!!
Estou imensamente Feliz!!!

Agradeço à maravilhosa Comunidade Alimento da Alma, pois aqui fui escolhida para Embaixadora da Paz, título nobre com que me sinto honrada,
através do meu trabalho como Poetisa.

Desejo, de coração e alma, as maiores prosperidades e sucesso à comunidade e a todos os seus intervenientes, não pudendo deixar de salientar a Srª Digna Coordenadora da Antologia "Alimento da Alma", Profª, Poetisa, Escritora, Dama Comendadora, Consul de Poetas Del Mundo, e Embaixadora da Paz, pelo notável dedicado trabalho que desempenha por amor e zelo em pról da Cultura, da Fraternidade e da Paz, JANE ROSSI, um SER Humano, de enorme talento Literário e maravilhoso, doa-se sem pretenção de receber, isso é Divinal, Deus a Abençõe sempre!!! Asim seja!!!

Mª Izabel Marques Fernandez
Portugal






domingo, 27 de fevereiro de 2011

IZA*BEL MARQUES FERNANDES








Às vezes vou esperar-te, em clamor




Além no mar, bem junto ao caís,

Como quem espera um pescador,

Tendo quase a certeza, que não volta mais.



Revivo alegria e também dor, fico a pensar

Que por bela sereia te enamoraste, e te encantou,

Ou estarás a lançar covos e redes ao mar,

Do destino que teu SER procurou.



Será que meu pescador, está a cantar ai ribolé, e esqueceu,

Da pessoa que lhe sou? Não acredito, permaneço no cais…

Com esperança, de avistar teu barco Morféu,

A tomar rumo que abafe, meus vendavais feitos ais,



De saudade e amor, e eu possa salpicar teu rosto,

Com um beijo e acenar-te, antes de partir,

Do cais deste meu quase Sol-pôr!



Autora: Iza*Bel Marques Fernandes

"O ALGARVE"






O Algarve é um Encanto

O Algarve é pequeno mas tão lindo,
seu mar, dunas, castelos enfeitiça,
todo o mundo vem vé-lo, sorrindo
sempre encanta quem o abraça,

seu Sol sempre bem brilhante
reflete na límpida água cristalina,
mar espelhado a ouro e azul, tocante
nas belas praias loiras, costa Vicentina,

bem perfumada de espuma rendilhada,
envolta de algas para cura, de várias cores,
é um cenário de rendição apaixonada.
Típica é a dança do corridinho Algarvio, louvores

também têem o fumegar da lenha nas chaminés,
a assar as frescas sardinhas... legumes e o bacalhau.
Algarve é zona pescatória e turística de lés a lés,
não falta boa música ligeira, fado, e poesia em sarau.

Nas mansas ondas barcos à vela, remontam história
entre bandos de gaivotas a redopiar e a cantar,
lançam-se gritos de amor e paixão na memória
mais bela, afrodisíaca, tela que o Algarve tem a mostrar.

Óh! Algarve reino d´quem e d´além mar, abençoado,
Província também de descobertas e navegações, prazenteira
quanto hospitaleira, à beira mar tem seu jardim plantado,
amo-te num todo meu pitoresco Algarve, por toda a vida inteira.



Autora:Iza*Bel Marques Fernandes

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Iza*Bel Marques

 
 
 
Perfume sua vida de rosas
sentirá a presença de Jesus,
essas flores belas, formosas,
são símbolos de amor e Luz.

Autora: Iza*Bel Marques

Iza*Bel Marques

 
 
 
Pintei meu rôsto da cor das papoilas
no suor da meia tarde, deu-me gozo
e prazer, ver minhas faces rosadas,
como se fosse o Sol a nascer,
ao romper da madrugada, na jovialidade
dos meus verdes anos, apreciando
o crescer das searas de trigo, no campo
dos sonhos realizados, amadurecidos
no seio da Primavera e assimetrados,
no Verão caloroso a restolhar,
nos meus ouvidos, a ceifa por entre
o murmúrio da água fresca da fonte,
bebida a golfejos; tilintando na garganta
de quem trabalha a terra, com sabor
a cortiça e argila, provente do cocharro,
barril ou bilha de barro, contendo
a frescura dos veios submersos da terra,
nos campos da Natureza, aonde
se construiram fortalezas e castelos,
recheados de medos, por entre o sorriso
do trigo e das papoilas, na juventude
do meu tempo, ora adormecidos,
na censurada mas persistente vontade
de acordar. Choram nos braços da terra
memórias daqueles que se dedicaram de alma
e coração a produtivas searas, que o tempo
vai levando ao mesmo tempo que arrasta
resteas de sementes, na cor viçosa do caule
e do rosto bem rosado, das papoilas
que continuam a germinar, renascendo-lhes
sempre um sorrir de esperança, em tantos
campos, ao abandono nas Terras do meu País!

by Iza*Bel Marques

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

"No cais antes do Sol-pôr"

No cais antes do Sol-pôr








Às vezes vou esperar-te, em clamor
Além no mar, bem junto ao caís,
Como quem espera um pescador,
Tendo quase a certeza, que não volta mais.

Revivo alegria e também dor, fico a pensar
Que por bela sereia te enamoraste, e te encantou,
Ou estarás a lançar covos e redes ao mar,
Do destino que teu SER procurou.

Será que meu pescador, está a cantar ai ribolé, e esqueceu,
Da pessoa que lhe sou? Não acredito, permaneço no cais…
Com esperança, de avistar teu barco Morféu,
A tomar rumo que abafe, meus vendavais feitos ais,

De saudade e amor, e eu possa salpicar teu rosto,
Com um beijo e acenar-te, antes de partir,
Do cais deste meu quase Sol-pôr!

Autora: Iza*Bel Marques Fernandez

" O Sentir de uma Gaivota"

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

MEDALHA "MÉRITO CULTURAL ANITA GARIBALDI"

A “Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo – FALASP” Entre outrêns, concedeu à Poetisa Portuguesa Iza*bel Marques, Diploma e as insígnias da Medalha “Mérito do Cultural Anita Garibaldi” (Símbolo de Bravura e Heroína dos Dois Mundos), Láurea Oficial da Associação Cultural “Arte das Águas”, Cadastrada no Almanaque de Condecorações do Exército Brasileiro, Oficializada e Registada nos termos dos artigos de seus Estatutos Sociais, pelos Relevantes Serviços Prestados a Coletividade como reconhecimento aos seus dotes morais, cívicos, sociais e culturais.


Dia 15 de agosto de 2010, pelas 19 30 horas, na ABACH – Academia Brasileira de Artes, Ciências e História, no Pólo Cultural Casa da Fazenda do Morumbi.

 A “Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo – FALASP” Entre outrêns, concedeu à Poetisa Portuguesa Iza*bel Marques, Diploma e as insígnias da Medalha “Mérito do Cultural Anita Garibaldi” (Símbolo de Bravura e Heroína dos Dois Mundos)






ALIMENTO DA ALMA VOLUME IV




Obrigada, por esta maravilhosa homenagem que recebi por minha participação no livro " Antologia Alimento da Alma Volume IV", como co-autora, da Exma. Sra. Dama Comendadora Jane Rossi, idealizadora do Projeto Alimento da Alma.

MÉRITO CULTURAL "ANITA GARIBALDI"



Um momento marcante em minha vida!

Obrigada,Sra.Dama Comendadora Jane Rossi, por minha indicação.
Obrigada ao Exmo.Sr. Conde Thiago de Menezes.

Abraços fraternos.

Iza*Bel Marques Fernandez

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Plena Sintonia

Plena Sintonia

Sou cada instante
no nosso tempo,
sonho imortal
do nosso poema,
sou brisa suave
que contempla
teu dócil olhar,
rio de ternura
a acariciar...
teus cabelos soltos
ao vento, deserto
sequioso pela água
do teu Ser, sou chuva
fervente em erupção
torrencial, ao beijar
o cálice licoroso
da tua boca,
sou vendaval envolto
no teu cálido corpo,
mar profundo
ondulante na ilha
ténue da infinda
firmeza existente,
no nosso amar
sou tua sintonia
alimentada no coração
da minha alma,
porque tu e só tu
és o meu eu, em mim
meu eterno amor.

Autora: Iza*Bel Marques Fernandez

Ramos de botões de Rosas

Ramos de botões de Rosas

Enviaste-me um ramo de botões de rosas:
Brancas, vermelhas e amarelas.
Eram tão perfumantes e viçosas,
Traziam o perfume do teu corpo, envolto nelas.

O teu sorriso cheio de frescura,
Teu gesto, na alma das frases que lhes colocaste,
Aceitei-as, com desvelada ternura,
Coloquei-as numa jarra, que um dia me ofereceste.

Lembras-te?... a jarra de cristal,
Os botões de rosas brilhavam, como as luzes de Março,
Espelhando-se nos reflectores, das águas de Abril,
Abrindo suas pétalas, nos afagos de Maio, em meu regaço.

Mais tarde, caía pétala a pétala, 
Ressequida, em cima da renda que bordei,
Com o orvalho do meu olhar, que embala
A saudade de ti, e os sonhos, que para ti sonhei,

Vivem agora, no ventre das minhas madrugadas,
Com nossas boas recordações, junto ao rosto de meu olhar,
Em frente à Estrela Alva, na manhã dos meus dias,
Elevando aos Céus, pétalas de rosas, para te abraçar,

No Altar, da Esperança Infinita,
Pois tua vida na Terra, foi tão restrita.

Autora: Iza*Bel Marques Fernandez

O Abraço

Que o abraço
não seja só
o abraçar
de quatro ombros,
mas sim o abraçar
de dois corações
e duas almas
Autora:Iza*Bel Marques

Madrugada da Manhã

Madrugada da Manhã

Eu sou a madrugada da manhã
que ama as Estrelas
e as quer a todas
de braços abertos,
e não pode rete-las
pertencem a outras manhãs,
mas eu quero tê-las,
ao abrir os olhos hei de vê-las.
Eu sou a madrugada da manhã,
que deseja amar o Sol,
por entre as janelas,
dos meus passos compassados,
nos castelos dourados,
do sonho falado alto,
nos meus clamores de beiral,
entre lençois de chita e cetim
unir-me-ei a todas as Estrelas,
e brindarei dando vivas à vida
de todas as constelações,
com uma infinita taça de amor
junto do Sol, Sol disperto
na madrugada da manhã.

(Iza*Bel Marques) 

IZA*BEL MARQUES

MÃE

Deus escreveu
o mais belo poema,
à Luz calorosa do Sol,
com seu amor aprimorou-o,
deu-lhe a formulação
da concessão de procriar, 
no colo do seu sagrado
coração, e escreveu
as ínsignias da palavra
Mãe.


IZA*BEL MARQUES

IZA*BEL MARQUES

Renovação

Hão-de brilhar estrelas
De cores por nascer,
Haja vida em cada viver
Pintem-se novas telas…

Renasça o horizonte
Que ontem pereceu
No dia que adormeceu,
Ao decair da noite.

No desenhar de quadros
Nasçam nos corações Adros,
De Luz, que ilumine os Céus.

Se a Terra já é castigada
Deverá ser renovada
De amor e por amor, meu Deus!

by Iza*Bel Marques

IZA*BEL MARQUES

Haja amor a doar

O Sol vermelho declina…
Declina, direcciona-se a outro horizonte.
A Lua assoma, com desenhos de papoilas,
Entrelaçadas a espigas a chorar, no espelho
Embaciado dos trigais desertados.
E o Sol vermelho declina… no Pôr-do-Sol,
Vertendo saudade e dor, nas palmas das mãos 
Famintas, de afagar searas verdejantes
E douradas, debruadas com a cor rubra do amor,
Aquele que dá vida às sementes do pão, e liberdade
No sustento do viver, até nosso Pôr-do-Sol se diluir.
Haja amor a doar, trabalho sem esmolar,
E liberdade sem rastejar, respeito e dignidade.

 Iza*Bel Marques